A SOLIDÃO DOS PÁSSAROS APRISIONADOS PELA IGNORÂNCIA HUMANA

Acg

.

Em sã consciência você não aprisionaria alguém inocente, correto? Não o imputaria culpa e nem ordenaria alguém a cumprir pena sem ter cometido crime algum, mesmo porque, você não é um juiz,  correto?
 Entretanto, é o que vemos diariamente pendurados em janelas, pessoas transportando  suas gaiolas, levando seus animais para “pegar sol” de manhã, estranho, não?  Sim, se pararmos para refletir sobre essas pequenas atitudes danosas a outros, e nos colocássemos no lugar desses, talvez agiríamos com mais senso de justiça, reconhecimento e o principal, compaixão.  Há falta de total empatia, onde não percebemos o mal que produzimos com essa atitude gerada pela ignorância, ganância e falta de inteligência. Se colocar no lugar dos outros nos faz um pouco melhor e quando nos sentimos bem com isso, pode ter certeza que estamos agindo no caminho certo, aquilo que por intuição nos diz “é isso, isso é o certo!” São seres vivos, pássaros, pequenos seres dotados da capacidade de voar. Que tem sua individualidade, sua existência e seu serviço à mãe Terra e infelizmente são enclausurados por “humanos” com capacidade baixíssima de entender, compreender o quanto todos os seres vivos são necessários e estão aqui por algum motivo de força maior. E vem alguém e quebra esse ciclo, trancafiando um ser inocente, dotado e capacitado para nos dar vida sem pedir nada em troca.
 Muitos de nós ou grande maioria, age mecanicamente, por costumes, culturas primitivistas, condicionamento, repetições e digamos, adestramento social. Onde a pessoa age por instrução de alguém ou alguma coisa,  sem ao menos se questionar dessas atitudes que promove todos os dias, se formando um balé cruel e desproporcional a “racionalidade” que carregamos. Porém, relativizada pelo antropocentrismo, copiada sistematicamente sem critério e colocada em prática, sem mais.
 “Racionalidade” não quer dizer sobriedade, que não quer dizer lucidez, como também não quer dizer, justiça, e através disso chegamos ao ponto  de como está sendo colocada, a nada. Tirar um passarinho possuidor de asas da natureza e o enclausurar dentro de uma gaiola de 30×40 onde resume-se sua vida em zero, só tem um significado: crueldade produzida por cegueira não física, porém, mental. Esses animais podem voar por quilômetros, atravessar Municípios, Estados, comer de todos os frutos que desejar e beber de todas as fontes. Mas não! Vai lá um ser que se diz “racional”, o captura, trancafia e oferece uma alimentação repetida e água quente, onde  muitas vezes esses infelizes “humanos” esquecem no banho de sol e muitos  vem a óbito. Grande maioria compra e  vende como uma coisa, um objeto, por apenas um negócio e não uma vida. Outro fator, o comércio lucrativo que retira da natureza milhares e milhares de animais todos os dias, onde um pouco mais de 1/3 chega com vida ao destino pelas  mãos de traficantes. Isso por causa de um dos maiores defeitos da espécie humana, à ganância.

Veja Também

ENCONTRADO CORPO DE MODELO APÓS COLISÃO COM JET SKI

MOTORISTA DA UBER CINCO ESTRELAS

 Engaiolar pássaros, você está privando seres de usufruir de sua principal característica que a existência lhe ofereceu, voar. Isso já fere todo contexto existencial desse ser e o seu, que tem sua vida amputada em sua maior dádiva que a natureza sabiamente lhe destinou e lhe deu sentido, e  por sinal,  deve ser maravilhoso.  Esses animais têm um papel fundamental no planeta,  dispersar sementes, distribuir sabiamente,  fazendo a polinização, assim, espalhando pólen colhidos das flores por onde voam, em um natural e equilibrado processo de semear vida por onde passam, inclusive aos ignorantes que os trancafiam e os condenam.

Cada espécie de pássaros  pertence a uma região e são responsáveis naturalmente a reflorestar  áreas, comendo específicas sementes, que retornarão ao solo através das fezes. Ou seja,  o ciclo biológico que nos faz vivos e toda forma de vida, são promovidas por esse pequenos seres. Nos fornecendo ar puro, sombra, bem estar ambiental, e todo tipo de suprimento para manter à vida na Terra. Lembrado também, seu papel fundamental no controle natural de vetores, exemplo: mosquitos, moscas, pernilongos e qualquer outro inseto, evitando que se tornem pragas, como por exemplo o transmissor da Dengue e suas vertentes. E por que os trancafia???

 Você que está lendo esse texto, lembre-se que,  ao ver um pássaro em gaiola, saiba que aquilo não é uma vida no sentido real da palavra, e sim, um pobre animal condenado e explorado pelo seu tutor, esse meramente um carcereiro e ao mesmo tempo um juiz, que o condena  à prisão perpétua e mata aos poucos, fisicamente e psicologicamente.

Se você concorda com esse texto e acha interessante a colocação, compartilhe para que mais pessoas acordem para essa crueldade, e ajudem a libertar esses seres angelicais que além de nos proporcionar vida em qualquer bioma, nos embeleza a natureza e os sons dela.

Jota Caballero

Comentários
Carregando...