fbpx

Adolescente pretendia atacar aluno e se matar em seguida, diz secretário sobre briga em Campo Grande

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

 O adolescente que esfaqueou um estudante no Ciep Brigadeiro Sérgio Carvalho, na tarde desta quinta-feira, pretendia atacar alguém aleatoriamente e se matar em seguida, segundo o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes. Por causa do incidente e do Massacre de Suzano, a Seeduc antecipará para o primeiro semestre o programa de segurança nas escolas.

O Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) com patrulhamento e policiamento nas escolas estava previsto para o segundo semestre deste ano.

Um jovem foi esfaqueado no braço e levado para o Hospital Rocha Faria, no mesmo bairro, onde recebeu atendimento médico e foi liberado. Inicialmente, funcionários da escola e do Corpo de Bombeiros disseram que houve uma briga entre os alunos na unidade, no entanto, a Polícia Civil investigará o caso.

A vítima prestará depoimento na 35ª DP (Campo Grande). Segundo a mãe do autor do ataque, o filho tem problemas psicológicos.

Veja mais

Outros dois estudantes ficaram feridos. Mas segundo os funcionários, os ferimentos foram leves e devido ao pânico. As aulas da unidade foram suspensas.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) informou que, por volta de 13h20 desta quinta-feira, um adolescente de 16 anos, portando uma arma branca (faca), desferiu golpe em um estudante de 15 anos, que teve ferimento leve no braço.

“O aluno ferido foi encaminhado para o hospital, fez curativo e foi liberado. A Polícia Militar esteve no Ciep e conduziu o jovem agressor à 35ª Delegacia de Polícia, em Campo Grande, onde foi feita a ocorrência. A vítima fará exames de corpo de delito e o agressor será levado à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). A Seeduc está acompanhando o caso junto às famílias dos alunos, ao Ciep e às autoridades policiais e está dando todo suporte psicológico, médico e assistencial à família da vítima”, disse a pasta.

fonte: ODIA

Comentários
Carregando...