Sua fonte de notícias

Ator é denunciado por manter uma mulher como escrava sexual durante dois dias

Ator é denunciado por manter uma mulher como escrava sexual durante dois dias

Após ser acusado de estupro e abuso sexual em três ocasiões distintas, o ator Ed Westwick, protagonista da série Gossip Girl, recebeu uma nova e chocante denúncia: de acordo com a estilista Haley Camille Freedman, ela relata ter sido mantida como refém pelo ator e transformada em sua escrava sexual durante 48 horas nos meados de 2014 (via TMZ).

 

Halei Camille Freedman afirma que Ed Westwick a prendeu em sua casa após o término de uma festa no próprio local e a obrigou a ter relações sexual contra sua vontade, além de tê-la dopado e a impedido de sair de sua propriedade em Los Angeles – na ocasião, a estilista perdeu a localização geográfica e sua referência temporal por não ter sinal de celular ou outro tipo de contato com o mundo externo. O relato é similar a duas das acusações de abuso que já pesam contra Ed Westwick: em ambos os testemunhos, as vítimas foram atraídas para a casa do ator e, uma vez lá, foram estupradas por ele.

A estilista, no entanto, não está processando Ed Westwick diretamente. Freedman deve entrar com ações judiciais contra membros da equipe do ator e outras pessoas que foram coniventes com o impedimento da veiculação de uma matéria jornalística feita com ela à época, onde a estilista revelaria com todos os detalhes todos os abusos que sofreu enquanto foi mantida como refém sexual por Ed Westwick.

Por causa das acusações anteriores contra o ator, a minissérie Ordeal By Innocence será refilmada pela BBC para a retirada do ator de todos os materiais – ele será substituído por Christian Cooke -; a participação de Westwick na comédia White Gold também foi cancelada.

 

FONTE: ADORO CINEMA

 

O Antigo Campo Grande repudia qualquer ato de violência contra mulheres. E aplaude de pé a BBC por retirar o ator de todos os materiais vinculados pelo canal.