fbpx

Carla Zambelli desafia Jean Wyllys e Aécio a fazer exame toxicológico

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Condenada por danos morais após uma briga virtual com o deputado federal Jean Wyllys (PSol-RJ), a deputada federal eleita Carla Zambelli (PSL-SP) decidiu provocar o parlamentar logo após reunião com o presidente Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (10/1), no Palácio do Planalto. Zambelli fez dois desafios ao pessolista: doar os R$ 40 mil da indenização a uma instituição de caridade e realizar um exame toxicológico.

“Fiz um exame toxicológico que mostrou negativo para todas as drogas possíveis de serem utilizadas. O parlamentar é um legislador. Sendo um legislador, tem que respeitar as leis. O Brasil não está aberto para o uso de drogas. Então eu o desafiei a provar sua inocência e fazer o mesmo exame. Eu acho que todos os parlamentares deveriam fazer. Jean Wyllys, Aécio Neves (PSDB-MG) e todas as pessoas que põem em dúvida a credibilidade do [não] uso de drogas deles”, disse a parlamentar.


Processo 

Carla Zambelli foi condenada por uma postagem feita em redes sociais pelo movimento NasRuas, que ela preside. O conteúdo do post associava Jean Wyllys à pedofilia.

Segundo a gestora, uma vaquinha online foi feita para arrecadar fundos e quitar a dívida do processo e sua foto foi utilizada para dar uma “cara” à página de arrecadação na web. Disse ainda que se o valor de R$ 40 mil for ultrapassado ela doará o montante além do necessário para a Associação Amigos Pela Cura da AME (Atrofia Muscular Espinhal).

Fundadora do Movimento “NasRuas”, Zambelli se destacou nas redes sociais durante o processo de Impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Antes disso, ela participou dos movimentos pela aprovação da Lei da Ficha Limpa. Nas eleições 2018, se filiou ao partido de Bolsonaro e arrebatou 76.306 votos, conquistando uma vaga na Câmara dos Deputados.

Nesta quinta, ela se reuniu com Bolsonaro e tratou da reforma de previdência costurada pelo novo governo, bem como de decretos que devem ser publicados nos próximos dias, como o sobre a flexibilização do uso de armas.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.