CSN anuncia mega investimentos de R$1,3 bi e contratação de 1,3 mil funcionários.; obra deve durar mais de 2 anos

Acg

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A CSN Mineração S.A., subsidiária da Companhia Siderúrgica Nacional, divulgou em seu site detalhes de um projeto para a implantação de uma Planta de Beneficiamento de Itabiritos com capacidade de 10 milhões de toneladas por ano O investimento no empreendimento, ainda em fase de licenciamento ambiental, em Congonhas, no Campo das Vertentes, será de aproximadamente R$ 1,3 bilhão.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A planta será instalada na Mina Casa de Pedra, que atualmente possui capacidade de produção de 30 milhões de toneladas por ano. Durante o período de implantação, previsto para acontecer ao longo de 20 meses, haverá contratação de até 1.300 funcionários, conforme prevê o projeto. Durante a operação serão gerados cerca de 400 postos de trabalho.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

CSN fechou contrato com empresa suiça para fornecimento d 10 milhões de tonelas de minério para os próximos 5 anos/Ronaldo Teles

Segundo o documento divulgado pela CSN Mineração, será priorizada a contratação de mão de obra local. Além da geração de empregos diretos e indiretos, o aumento na arrecadação tributária do município de Congonhas é destaque no projeto.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A implantação permitirá à CSN Mineração o aproveitamento de minérios mais pobres, tendo como principais ganhos o aumento da vida útil da Mina, a liberação de hematita para beneficiamento na Planta Central já existente e a diminuição do volume de rejeitos. Será produzido pellet feed, um tipo de minério fino que deve passar por processo de pelotização para ser utilizado em siderurgia

Veja Também

URGENTE!! JOVEM SE SUICIDA NA ZONA OESTE

FALSA POLICIAL CIVIL É PRESA NO RJ

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A Planta de Itabirito 10Mtpa será composta por todas as unidades necessárias para o beneficiamento, desde a recepção do minério vindo da mina para a britagem primária, até a filtragem do produto final para o embarque ferroviário e filtragem do rejeito para empilhamento. Com uma alimentação de 21 milhões de toneladas por ano de itabirito, a produção anual de 10 milhões de toneladas de pellet feed vai permitir que os itabiritos pobres, que atualmente ocupam grande área da mina, sejam processados para atender à demanda mundial de ferro para produção de aço, informa o relatório.

O rejeito gerado do beneficiamento será encaminhado por um rejeitoduto para o processo de filtragem. O rejeito drenado será empilhado e a água resultante do processo de filtragem será recirculada.

Para operacionalização da produção de pellet feed, o empreendimento será composto por uma área industrial para o beneficiamento mineral, escritórios de apoio operacional, pátios de insumos e resíduos e sistemas de controle ambiental, unidade de filtragem de pellet feed, unidade de filtragem de rejeito, mineroduto e rejeitoduto.

Contrato de R$1 bi

Esta semana, a CSN anunciou um mega contrato de fornecimento de longo prazo de minério de ferro com a suíça Glencore, transação que envolve pré-pagamento de US$ 250 milhões. O valor a ser pago pela Glencore corresponde ao fornecimento adicional de aproximadamente 10 milhões de toneladas de minério de ferro em cinco anos.
A empresa disse que a parcela consiste em um passo adicional “em direção a uma estrutura de capital saudável e sustentável”.

Audiência pública

O projeto da planta de beneficiamento da CSN será tema de uma audiência pública em Congonhas no dia 1º de agosto.

 

 

 

Foto Capa: reprodução/divulgação /DC

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Send this to a friend