Dia 27/11 será votado armamento da Guarda Municipal do Rio de Janeiro

acg

A Câmara Municipal e a Prefeitura do Rio definiram a data para a votação do projeto que permite o armamento da Guarda Municipal do Rio: 27 de novembro.  O Projeto de Emenda à Lei Orgânica nº 23/2018, de autoria do vereador Jones Moura (PSD) e coautoria de outros 20 parlamentares, autoriza o uso de armas de fogo, garantindo, porém, capacitação e treinamento prévios. Recentemente o governador Wilson Witzel declarou apoio a proposta.

Apesar da declaração dada pelo secretário de Ordem Pública Gutemberg Fonseca, à Coluna “Extra, Extra”, de que a votação seria nesta quinta-feira, Jones Moura acordou com Fonseca a data do dia 27, para que os vereadores possam se planejar com mais antecedência e evitar que outros temas polêmicos sejam colocados na pauta simultaneamente. “É importante que não tenhamos projetos polêmicos para o dia dessa votação. E, sobre o nosso projeto em si, é importante destacar que, ao aprovarem, os vereadores entregarão para a cidade do Rio uma Guarda Municipal mais evoluída para a segurança pública, fazendo policiamento urbano e diminuindo os índices de roubos e homicídios”, disse o vereador, que afirma já ter os 34 votos necessários para a aprovação do projeto.

 

 

 

Presidente da Comissão de Segurança Pública, Moura já realizou 3 audiências públicas sobre o tema. A última, no dia 10 do mês passado, contou com a participação do pesquisador da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Paulo Arvate, que mostrou um estudo que comprova a relação direta entre o armamento de Guardas Municipais e a redução de homicídios e outros crimes nas cidades. A pesquisa comprovou reduções de até 63% nos homicídios nos locais onde os guardas passaram a trabalhar armados.

Comentários
Carregando...