Filho de vereador ameaçou mulher com faca em Campo Grande, relatou mãe da vítima

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A sogra de Fábio Tuffy Felippe, de 44 anos, relatou em depoimento à polícia que a filha, Christini Cardoso de França Felippe, foi ameaçada de morte pelo marido com uma faca. Ana Maria Cardoso de Oliveira contou ainda que a vítima foi agedida com socos no rosto, chutes e empurrões, chegando a fraturar ossos da face. Fábio é filho do presidente da Câmara de Vereadores do Rio, Jorge Felipe. As agressões teriam ocorrido no último dia 21.

Em seu depoimento à Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) da Zona Oeste do Rio, Ana Maria contou também que a filha vem sendo vítima de violência doméstica “há anos”, mas nunca havia denunciado o marido à polícia. A mãe de Christini afirmou ainda que o genro possuía um comportamento ciumento e possessivo, e por isso a filha tinha o desejo de se separar. Para a Polícia Civil, as agressões teriam sido motivadas justamente pelo fato de Fábio não aceitar o fim do relacionamento.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Após as agressões do último dia 21, que duraram três horas, Christini foi levada para o Hospital Oeste D’Or por um casal de amigos. Ela ficou internada por uma semana. A mãe da vítima, Ana Maria, foi quem procurou a DEAM de Campo Grande para denunciar as agressões sofridas pela filha. Imagens de Christini com o rosto desfigurado, com os olhos roxos e inchados, foram compartilhadas nas redes sociais por parentes.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A foto de Christini após as agressões foi compartilhada por parentes nas redes sociais
A foto de Christini após as agressões foi compartilhada por parentes nas redes sociais Foto: Reprodução

Depois de ter recebido alta, Christini esteve na delegacia, mas se negou a dar qualquer declaração para não prejudicar o marido. Ela também se negou a fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal. Por causa da negativa, a delegada Cristiane Almeida, responsável pela investigação, solicitou o boletim de atendimento médico do Hospital Oeste D’Or para determinar qual foi o grau das lesões sofridas pela vítima.

Nessa quarta-feira, Fábio Felipe prestou depoimento na DEAM/OESTE. Ele negou ter agredido e ameaçado a mulher, mas não quis dar nenhuma outra declaração à polícia e disse que só prestará depoimento mais detalhado à Justiça.

O pedido de prisão temporária de Fábio, feito pela DEAM/OESTE, foi negado pela juíza Angélica dos Santos Costa no último dia 29. A magistrada também negou pedido de medidas protetivas. Em sua decisão, Angélica afirmou que o caso não deveria ser apreciado no Plantão Judiciário e determinou que Fábio fosse ouvido, o que ainda não havia acontecido. A polícia pediu a prisão do filho do presidente da Câmara do Rio por causa das ameaças que teria feito à mulher e sua família. O MP recorreu da decisão que negou a prisão de Fábio. O desembargador de plantão não acolheu os pedidos de liminar do MP e os recursos ainda estão pendentes de julgamento pelo Tribunal de Justiça do Rio.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Comentários
Carregando...