fbpx

Fim do sequestro em Cascadura. Militar se entrega mas cheio de marra

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O tenente-coronel do Exército, André Luiz, que mantinha sua mulher e dois filhos gêmeos como reféns desde terça-feira, 14 de maio, acaba de se render.

As informações ainda são preliminares, mas dão conta de que a família está sendo atendida, recebendo atendimento médico. O militar foi encaminhado para 29a DP, Casacuda.

O militar manteve sua família como refém em seu apartamento na rua Cerqueira Daltro, em Cascadura. Segundo informações o motivo do sequestro e briga teria sido ciúmes e desconfiança de infidelidade. A polícia fazia um cerco ao prédio. A mulher teria gritado por socorro por volta das 20h de terça.

Cheio de marra: Segundo um vizinho, o militar sequestrador saiu de cabeça erguida, “com empáfia”. Os outros familiares choravam. Os vizinhos contam que a esposa era uma boa pessoa e os filhos conviviam com as outras crianças do prédio. André Luiz era conhecido por ser fechado e andar armado, despertando o medo dos outros vizinhos.

Agressor: Luciana vivia uma rotina de agressões desde que a família se mudou para o prédio, há dois anos.O cunhado e uma amiga da mulher afirmaram que ela sofria ameaças do militar. A esposa chegou a denunciá-lo, mas, por medo, acabou mantendo o casamento.

“Ameaçava, não chegava a agredir, mas ameaçava. Era truculento, de empurrar, de fazer certas coisas. Ameaçava até as crianças. Meu desespero todo é esse. Porque ela tinha medo, ela falava que ele pode fazer sim”, afirmou a amiga.

Comentários
Carregando...