Sua fonte de notícias

JOVEM MORRE NO ROCHA FARIA! FAMÍLIA ALEGA NEGLIGÊNCIA!

JOVEM MORRE NO ROCHA FARIA! FAMÍLIA ALEGA NEGLIGÊNCIA!

Acabamos de receber a informação de que mais uma jovem morre no Hospital Rocha Faria. A mãe da jovem deu seu depoimento, confira abaixo:

Texto enviado por Dayane Moreira, seguidora da página e mãe da Larissa Santos:
“Essa da foto é a Larissa Santos, minha linda menina, de apenas 18 anos, que morava em Paciência e teve sua vida arrancada por erro médico no Hospital Rocha Faria!
Ela teve seu filho, Lorenzo no domingo. Mas os médicos, que na minha opinião deveriam ser chamados de monstros, esquecerem por 2 VEZES restos de placenta dentro dela!
Abriram a menina por 2 VEZES! E ainda assim esqueceram novamente os resquícios dentro dela! Até ela pegar a maldita infecção generalizada e perder a vida!
UMA JOVEM DE 18 ANOS, que era filha única, e que acabou de realizar o sonho de ser Mãe!
A Globo acabou de chegar no Hospital Rocha Faria.”

Lembramos que em fevereiro deste ano, a maternidade do Hospiral havia sido fechada pois não havia material para realizar os procedimentos.

O Hospital está há meses afundado em uma crise, e a população, tendo que buscar outros hospitais. Segundo o SIndicato dos médicos do Rio de Janeiro, faltam diversos medicamentos no Hospital, além de que, funcionários não receberam o 13º salários do ano passado! Isso é um descaso total!

A equipe do Antigo Campo Grande foi até o hospital e conversou com o marido de Larissa, João Pedro Soares de Mesquista, que gentilmente nos concedeu a entrevista afirmando que Larissa faleceu às 5:30h da madrugada, do dia 7 de março de 2018. Ele nos contou que ela ganhou o bebê no domingo que passou, porém na segunda feira começou a sangrar, foi até o hospital, onde passou por uma nova cirurgia. Os médicos alegaram ser “coágulo de sangue”.

Na terça-feira pela manhã precisaram fazer nova cirurgia, para remoção do útero.

E Larissa não resistiu. Os médicos e enfermeiros do hospital alegaram insuficiência respiratória. Inicialmente alegaram que levariam 5 a 7 dias para emissão da certidão de óbito, porém fizeram a certidão hoje, no dia da morte. Pois falamos em processo. Então eles deram logo a certidão, para que enterremos o corpo e encerremos o caso.

Tivemos acesso à certidão e nela consta:

“CAUSA DA MORTE: choque hipovolêmico, histerectomia subtotal, hipotonia uterina, parto cesáreo por sofrimento fetal.”

O Antigo Campo Grande lamenta profundamente mais esse ocorrido no Hospital Rocha Faria. Desejamos nossos sentimentos à família.