Sua fonte de notícias

LAMENTÁVEL! PASSAGEIRO QUEBRA JANELA DO BRT [VÍDEOS]

PASSAGEIRO QUEBRA JANELA DO BRT [VÍDEOS]

Recebemos hoje um relato lamentável de um seguidor acerca dos usuários dos ônibus BRT.

Não é novidade pra ninguém que o BRT é extremamente lotado e apertado nos horários de pico. Na estação “Cajueiros” em Santa Cruz é quase impossível entrar no ônibus devido à superlotação, e ainda tem alguns passageiros que ocasionalmente, impedem a abertura das portas, impedindo a entrada de passageiros nessa estação e algumas outras à frente.
Deixando assim, as pessoas que ficam de fora frustradas, pois podem perder a hora do trabalho ou de seus compromissos. Causando uma situação estressante.

Excepcionalmente hoje, não precisava nem forçar a porta para que ela não abrisse, pois os passageiros estavam tão apertados que a porta não tinha espaço para abrir!
Foi então que chegando na estação “Magarça” (mais uma estação de grande movimento), quando o motorista parou na estação, alguns passageiros começaram a bater na porta, pensando que os passageiros que estavam dentro do ônibus estavam impedindo que ela se abrisse. Tentaram de todas as maneiras, colocando os dedos entre as frestas da porta para forçar uma abertura. E foi aí que um homem resolveu CHUTAR a porta.
Só que foi diretamente na janela, quebrando o vidro! O vidro se espalhou para dentro do ônibus, machucou um rapaz que estava muito próximo à porta e ferindo também algumas pessoas com os estilhaços, deixando o ônibus de cacos de vidros.
Os passageiros se exaltara com o autor do ato de vandalismo, deixando-o constrangido.

Resumindo: o serviço que a concessionária oferece é bem distante do ideal para a população.
Dos cerca de 180 mil passageiros transportados diariamente, 80% viajam nos horários de pico, segundo consórcio

Geralmente, o primeiro veículo que para nas estações sai tão cheio que as pessoas não conseguem embarcar. No segundo, é possível se espremer e entrar para uma viagem em pé de mais 50 minutos. “Quando dá, a gente se segura nas barras, mas, às vezes, a gente acaba viajando escorada nos outros”, reclamou uma seguidora.

O Antigo Campo Grande sugere aos passageiros colaborações simples que possam fazer com que  a viagem seja mais leve e sem aborrecimentos:
São pequenas atitudes, como por exemplo, respeitar a fila de entrada no ônibus; como também não empurrar os passageiros à frente, pois geralmente há idosos e crianças nas filas.
Antes de entrar correndo no ônibus, à procura de um lugar para sentar, o usuário deve esperar as pessoas desembarcarem. Parece óbvio, mas não é bem assim que acontece.
Está sentado? Ceda o seu lugar para idosos, gestantes ou mulheres com crianças  pequenas, portadores de necessidades ou para alguém que precise da cadeira mais que você (por estar cheio de sacolas, por exemplo) naquele momento mesmo que você não esteja usando um assento preferencial.