fbpx

Na Record, pastor da Universal dá cocaína a viciado em “ritual de cura”

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Nessa terça-feira (12/3), uma intervenção no Balanço Geral deixou os telespectadores da Record chocados. Na tela, durante o horário de almoço, o pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) Adriano Moraes preparou uma carreira de cocaína.

Depois, ofereceu o entorpecente a um rapaz que se dizia viciado e ordenou que ele desse “um tiro”. O homem chegou até mesmo a perguntar se a droga era “da boa?”. Tudo isso aconteceu no que foi definido como um “ritual de cura”.

 

O colunista Flávio Ricco, do UOL, questionou a TV Record sobre como a substância ilícita foi parar dentro de um templo religioso da Universal, mas não obteve resposta até a publicação.

Outro caso

Recentemente, durante uma pregação, o bispo Rogério Formigoni interagiu com uma suposta entidade manifestada, que disparou contra igrejas e religiões que, na sua avaliação, estariam “sob influência demoníaca”. Na sequência, a pessoa que protagoniza a manifestação chama a santa negra de desgraçada.

A repercussão negativa levou a Universal a se pronunciar oficialmente em seu site. Em comunicado, a igreja chamou de “imatura” a postura de Rogério Formigoni. “Uma das virtudes de um ministro evangélico é o discernimento espiritual. Acreditamos que Formigoni aprendeu, com este erro, a necessidade de desenvolver esta virtude”, destacou o texto.

Comentários
Carregando...