fbpx

Saiba por que Sabrina Sato proibiu pessoas de encostar na filha, Zoe

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A apresentadora Sabrina Sato criou várias regrinhas em relação à filha, Zoe, nascida na última semana. Em vídeo publicado no YouTube, a descendente de japoneses, que ficou mais de 24 horas em trabalho de parto, se atentou para cuidados que visitantes devem ter ao se aproximarem da recém-nascida.

Entre orientações, Sabrina pede que amigos e familiares usem máscara facial, além de precisarem lavar as mãos e braços com álcool. Perto da bebê, a artista orienta que as pessoas não usem perfume nem fumem, tampouco podem tossir ou espirrar no quarto de Zoe. Também não é permitido tocar as mãos da pequena.

PUBLICIDADE

Imunidade
A apresentadora afirma não gostar que tirem fotos ou gravem vídeos da pequena nem que a acordem sem necessidade. Os cuidados de Sabrina com a filha – fruto de seu relacionamento com o ator Duda Nagle -, embora exagerados, como explica a pediatra Fabiana Mendes, do Consultório Bem Pediátrico em Brasília, são importantes para a preservação da saúde da garotinha.

De acordo com Fabiana, o sistema imunológico de recém-nascidos é quase inexistente, portanto, durante visitas, adultos devem se atentar às orientações. Alguns deles podem estar contaminados com vírus, que serão passados ao bebê caso haja contato físico.

O uso da máscara, segundo a pediatra, impede pessoas doentes de transmitir bactérias pelo quarto. As mãos dos pequenos não devem ser tocadas, porque os mesmos as levam à boca com frequência, e qualquer tipo de contaminação pode ser passada da mão de um adulto durante o toque na da criança.

Sabrina também está certa a respeito do uso de perfumes: num ambiente fechado, sua filha fica suscetível a desenvolver alergia devido ao cheiro forte. O mesmo serve para pessoas com odor de cigarro.

Flashes de câmeras fotográficas também causam riscos ao bebê por serem luzes muito fortes para olhos frágeis. Conforme Débora, o recomendado é que o recém-nascido comece a receber visitas frequentes somente após três meses, idade em que terá tomado a maior parte das “vacinas mais importantes”.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.