fbpx

A imagem do mal: rosto de quem matou Kauane é revelado e ele é quem menos se esperava

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Nesta terça-feira, 23 de abril,  a morte de Kauane Cristhiny Soares Rodrigues enfim teve um desfecho. A polícia procurava a menina por dias. Moradora do litoral paulistano, a menininha tinha apenas seis anos de idade, além de ser muito alegre.

A alegria de Kauane acabou por conta de uma briga em família. Rodrigo de Paula Sales, de 28 anos, confessou que sequestrou a criança e jogou o corpo dela em um córrego, mas nega ter cometido abuso sexual. O corpo da garota foi encontrado parcialmente sem roupa. Exames estão sendo feitos para comprovar o abuso.

O corpo da menina foi encontrado dias após o sumiço, em uma vala. O local fica a algumas quadras, de onde a menina desapareceu. Ela estava dormindo, quando foi sequestrada por quem menos se esperava.

Rodrigo era uma espécie de amigo da família e, ao confessar o crime, disse que o que motivou ao ato foi uma vingança. Na noite do desaparecimento de Kauane, houve uma briga durante uma festa na casa da menina. Para punir a família, ele decidiu se vingar na criança.

Veja mais

BRT começa testar barreiras anti-calotes

Homem mata ex-namorada, invade igreja e mata três

Veja a imagem do homem que confessou o crime contra Kauane. A imagem foi divulgada pela polícia e gerou grande repercussão:

Ideal Notícia@ideal_noticia
Veja outros Tweets de Ideal Notícia

A polícia Civil da região conseguiu achar o corpo da criança graças à ajuda de câmeras de segurança da região. Elas mostraram o homem carregando a menina dormindo pelas ruas da região, até chegar à vala, onde ela foi, mais tarde, encontrada.

Kauani desapareceu  na madrugada de quarta-feira, 17 de abril. Por volta das 2h, a mãe notou que a filha não estava no quarto e que a porta da frente da casa estava aberta.

Comentários
Carregando...