Aflição e livramento em Praia do RJ hoje(FOTOS)

Acg

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

.

Veja Também

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Aflição e livramento na praia da Barra de Macaé hoje

Há uma semana Paulinho e dois pescadores experientes amigos foram ao mar buscar seu sustento de vida. Mar chão, tudo tranquilo e passaram 7 dias no mar. Ao voltarem se depararam com uma tempestade e revolta no mar daquelas. Ao entrarem a reta da boca da Barra para buscar adentrar o Rio Macaé foram tolhidos por uma onda que virou o barco. Dois pescadores que estavam na boréstia foram ao mar e Paulinho ficou dentro do barco. Barco virado, 4 da manhã, mar em sobressalto e os dois homens que caíram no mar só tinham uma alternativa: Nadar e muito. Ao amanhecer chegaram na praia da barra. A esta altura a praia estava tomada de familiares, amigos, bombeiros, outros pescadores… O barco virado no mar e sendo tragado pelas ondas chamou a atenção de todos. A cidade parou para olhar aquela aflição. De repente aparece um dos pescadores na beira mar, logo aparece o segundo… Festa e corre corre, bombeiros, pescadores, todos correram para prestar auxílio aos dois pescadores que estavam exaustos. Mas, e o terceiro pescador. Cadê Paulinho? A multidão na praia crescendo. Olhos vidrados no mar e nada de ver mais ninguém. Apenas o barco sendo desmanchado pelas ondas e aos poucos levado para a beira da praia. Em poucos minutos lá estava o barco adernado na beira mar, virado de ponta cabeça. Correria, cordas, tratores… Paulinho muito provavelmente está dentro do barco! Uma luta com a força das ondas ora ajudando ora não. Até que numa corrente com pelo menos 30 homens e dois tratores o barco desvirou e pasmém lá estava Paulinho. De joelhos embaixo do barco, vivo, exausto e magicamente livrado do pior. Uma festa, e Paulinho saiu andando. Negou as macas dos bombeiros e nem queria ir para a ambulância. Sua vontade era ir pra casa, na Brasília, e descansar desta pescaria malfadada. Incrível esta história e acontecimento pra quem vive na Barra do Rio Macaé. Fica aqui registrado esta história real acontecida dia 18 de julho de 2019. Com fotos e videos.
Rúben Pereira – OMM observatório da Memória Macaense

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Send this to a friend