fbpx

Afronta? Globo ‘obriga’ atores a favor de Bolsonaro a virarem gays por audiência

Durante a última campanha eleitoral, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, recebeu o apoio de muitas pessoas famosas. Entre elas, estão os atores da Globo Malvino Salvador e Caio Castro. Eles estão na lista dos ‘acusados’ de darem apoio ao capitão da reserva. Direta e indiretamente, eles apoiaram uma mudança no Palácio do Planalto que ajudou o líder do PSL a chegar ao poder.

Mas agora, para surpresa geral do público, Caio Castro e Malvino Salvador vão ter que se “pegar” na nova novela das nove da Globo. Em busca de audiência, a TV Globo escalou a dupla de galãs para viver um casal homossexual. É a primeira vez que os atores encaram esse tipo de personagem na televisão.

Escolha de atores para casal gay divide público

A decisão, no entanto, segundo um famoso site que cobre o mundo da televisão, irritou algumas entidades que defendem os direitos dos gays. Isso porque tem gente que não está aceitando dois atores héteros, que apoiaram Bolsonaro,  agora vivendo homossexuais.

A estreia da dupla acontecerá agora no final do primeiro semestre,  quando entra no ar a novela ‘A Dona do Pedaço’. O folhetim será protagonizado pela atriz Juliana Paes, que já grava os episódios da história.

Há ainda quem defenda que os papéis de minorias devem ser dados às próprias minorias, que não apoiam Bolsonaro, sofrem preconceito e acabam não sendo chamadas para atuar, muitas vezes. Segundo a comunidade, a Globo continua colocando heterossexuais nesse posto, ao invés de contratar e pagar atores gays.

Segundo outro telespectador, os atores em questão “não têm um posicionamento político exatamente alinhado com a comunidade gay”. 

Carregando...
Botão Voltar ao topo
Fechar