Bandido atira contra motorista da uber , mas acerta e mata comparsa

Acg

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

.

Em mais uma ação criminosa contra motoristas de aplicativo na região do ABCD, um bandido acabou morrendo na madrugada nesta na madrugada quinta-feira (03/10) com um tiro do próprio comparsa.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O motorista de aplicativo transportava uma passageira na avenida Prestes Maia, na altura do Sesc, ao lado da comunidade da Tamarutaca, quando três criminosos anunciaram o assalto. O condutor do veículo desceu do veículo com as mãos na cabeça, mas, mesmo sem reagir, um dos infratores falou: “Mata ele”.

O comparsa obedeceu e atirou contra o motorista de aplicativo. Como ele estava com a mão na cabeça, o tiro acertou sua mão esquerda. No entanto, o mesmo projétil que atingiu a vítima atingiu foi em direção a um dos bandidos, que foi levado ao CHM (Centro Hospitalar Municipal) pelos comparsas, mas morreu às 0h36. O homem foi identificado como Cristian Silva Souza, de 18 anos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com o BO (Boletim de Ocorrência), registrado do 1º DP (Distrito Policial) de Santo André, o projétil transfixou a mão do motorista de aplicativo e atingiu o tórax do criminoso que participava do assalto.

O condutor do veículo, mesmo ferido, conseguiu entrar no carro onde esta a passageira e se dirigiu a um posto de gasolina, na avenida Príncipe de Gales, onde pediu socorro e foi levado ao CHM. O motorista passou por cirurgia e passa bem.

A Polícia identificou que dois dos três que participaram da ação são menores de idade.

Quinto caso em 18 dias

Esse é o quinto caso de assalto contra motoristas de aplicativos nos últimos 18 dias. Dois morreram, sendo um homem em São Bernardo e uma mulher em Diadema. Nesse último município um motorista também foi assaltado e ainda teve de fazer empréstimo no banco para os bandidos fazerem compram no shopping. O último caso foi em Santo André, nesta terça-feira (01/10). O motorista foi colocado dentro do porta-malas e os criminosos circularam com o veículo por 40 minutos. Os bandidos roubaram celular e dinheiro da vítima e ainda roubaram outras duas pessoas que estavam na rua, onde o condutor de Uber foi deixado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Comentários
Carregando...