The news is by your side.

Levantamento revela que apenas 36% das crianças do Rio receberam todas as vacinas previstas para este ano

676

 

Levantamento revela que apenas 36% das crianças do Rio receberam todas as vacinas previstas para este ano
O número coloca o estado entre os três com menor índice de imunização infantil

Nenhuma das vacinas previstas apresentou índices acima de 60% até o início do mês

Apenas 36% das crianças fluminenses receberam todas as vacinas previstas no Calendário Nacional de Imunização em 2020. O dado é do Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.

O número coloca o Rio de Janeiro entre os três estados com menor índice de imunização infantil, atrás apenas do Amapá, com 25%, e do Maranhão, com 35%. Ainda de acordo com o levantamento, a cobertura vacinal em todo Brasil, até o início de setembro, está em 51,56%. A ideia é que ela fique na faixa de 90%.

Para a vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunização, a pediatra Isabella Ballalai, a pandemia de Covid-19 foi um dos motivos para a queda dos números.

Já o infectologista da MedPUC-Rio, Bruno Scarpellini alerta: o baixo índice pode ter como consequência o retorno de doenças já erradicadas. Até o início de agosto, mais de 7 mil casos de sarampo foram confirmados no Brasil. O aumento acontece no momento em que o país perdeu o certificado de erradicação da doença.

A primeira dose da tríplice-viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, que apresenta número de 58,89%. Nenhuma das vacinas previstas no calendário infantil apresentou índices acima de 60% até o início de setembro.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde informou que, em razão da pandemia, o Rio ainda não atingiu as metas de imunização para 2020. A pasta informou também que a Campanha Nacional de Multivacinação, prevista para ser realizada em outubro, vai incluir todas as vacinas presentes nos calendários de vacinação da criança e do adolescente.

Procurado, o Ministério da Saúde ainda não se manifestou.

Você pode gostar também