‘Fui trair meu marido polícia, deu nisso’, diz post de esposa de PM morta a tiros

acg

Um crime foi registrado na noite de segunda-feira (4), na cidade de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na ocasião, uma jovem identificada como Patrícia Salviano Irrthum, de 23 anos, foi encontrada morta com um tiro na nuca, na cabeça e no peito.

A vítima era esposa de um sargento da Polícia Militar de Minas Gerais. Para as autoridades locais, o principal suspeito de ter cometido o crime e o esposo da vítima identificado como Glaysson de Souza Costa, de 46 anos. Patrícia foi encontrada pelo irmão do sargento.

Publicidade

Porém, o que está mais intrigando a polícia foi uma mensagem deixada na rede social da vítima. A polícia não sabe se a mensagem foi feita pela vítima ou pelo esposo. “Fui trair meu marido polícia, deu nisso”, diz o post na rede social ao lado de uma foto dela já morta.

As primeiras investigações feitas pela polícia no local do crime, apontaram que a jovem foi encontrada com um travesseiro na cabeça. Para a polícia, o autor do crime usou o objeto para abafar o som dos tiros.

De acordo com os familiares do acusado, no dia em que a vítima foi encontrada sem vida, ele tinha marcado um encontro com os parentes, mas não apareceu no local. Por sua vez, seu irmão foi até a residência do sargento para ver o que tinha acontecido, onde encontrou a cunhada morta.
O corpo da vítima foi levado para o IML de Minas Gerais.

Segundo o site G1, o acusado se apresentou à polícia na noite de sexta-feira (6), na presença de uma advogada identificada como Brenda Ribeiro. Segundo ela, não existe nenhum mandado de prisão contra seu cliente acrescentando que ainda é cedo para falar sobre o crime. O caso está sendo investigado pela polícia local.

Comentários
Carregando...