fbpx

Goleiro do Vasco provoca Flamengo por tragédia do Ninho e inicia briga generalizada no sub-17 ( VIDEO)

.

Goleiro do Vasco provoca Flamengo por tragédia do Ninho e inicia briga generalizada no sub-17; veja

play
Jogadores de Flamengo e Vasco brigam em campo após provocação com Tragédia do Ninho; veja (1:09)

Uma notícia triste marcou a semifinal do Campeonato Carioca sub-17. Uma briga generalizada se formou em campo após um empate por 2 a 2 com a bola rolando porque o goleiro Cadu, do Vasco, teria provocado o Flamengo por conta por tragédia que matou 10 garotos no Ninho do Urubu, no começo do ano.

Segundo informações do Globoesporte, A primeira confusão foi após uma cobrança de pênalti que acabou em gol para o Vasco. O goleiro do Flamengo, Bruno, retardou para recomeçar a partida, e o vascaíno Cadu reclamou e disse aos rivais que isso era atitude de time pequeno, iniciando um bate-boca.

Com o fim da partida, os flamenguistas devolveram a provocação com gritos de “eliminado”. Neste momento, Cadu teria dito: “Resolvam a dívida de vocês com os meninos que morreram”.

A frase iniciou a briga generalizada.

| Repórter que acompanhou a semi do Carioca sub-17 relata briga generalizada em Vasco x Fla: ‘Muita assustador’ |

Após a partida, o Vasco divulgou nota oficial se desculpando pelo ocorrido e dizendo que o goleiro Cadu estava arrependido.

“O Club de Regatas Vasco da Gama pede desculpas a todos que, justificadamente, se sentiram ofendidos pela declaração de um de seus atletas ao fim do clássico diante do Flamengo, válido pela Taça Rio sub-17. O Clube não compactua com esse tipo de postura em relação a uma tragédia sobre a qual o Vasco da Gama, desde o início, se mostrou solidário. O atleta reconhece o erro e lamenta profundamente sua ação”, disse o clube.

Vasco

@VascodaGama

O Club de Regatas Vasco da Gama pede desculpas a todos que, justificadamente, se sentiram ofendidos pela declaração de um de seus atletas ao fim do clássico diante do Flamengo, válido pela Taça Rio sub-17. O Clube não compactua com esse tipo de postura em relação a uma tragédia,+

Vasco

@VascodaGama

+ sobre a qual o Vasco da Gama, desde o início, se mostrou solidário. O atleta reconhece o erro e lamenta profundamente sua ação.

760 pessoas estão falando sobre isso

O próprio Cadu se manifestou na sequência e disse ter havido um mal-entendido.

“Me desculpo pelo grande mal entendido que ocorreu após o jogo de hoje. Destaco que jamais teria uma postura de desrespeito com a memória de parceiros do futebol, inclusive a de um grande amigo que se foi, Christian, no qual foi motivo de meu sentimento exaltado e cobrança”, postou.

Cadu neves_1@CPiekn

Me desculpo pelo grande mal entendido que ocorreu após o jogo de hoje. Destaco que jamais teria uma postura de desrespeito com a memória de parceiros do futebol, inclusive a de um grande amigo que se foi, Christian, no qual foi motivo de meu sentimento exaltado e cobrança doloros https://twitter.com/VascodaGama/status/1183065751462305792 

Vasco

@VascodaGama

Respondendo a @VascodaGama

O Club de Regatas Vasco da Gama pede desculpas a todos que, justificadamente, se sentiram ofendidos pela declaração de um de seus atletas ao fim do clássico diante do Flamengo, válido pela Taça Rio sub-17. O Clube não compactua com esse tipo de postura em relação a uma tragédia

Os jogadores do Flamengo usaram as redes sociais para repudiar o ato. Alguns deles até apagaram os posts depois.

“Sempre te respeitei! Mas depois de hoje, pra mim você é um moleque, um desumano que não vê as dores de todos nós!”, postou o goleiro Bruno.

“Ganhamos em campo e na porrada. Podem falar o que for só não falar dos #nossos10. Respeita as dores dos outros rapa!!!”, tuitou o volante Arthur.

“Trem do Flamengo executando tudo!!!! Nada nos abala, mais uma final graças a Deus!! ⚫️🔴💪🏼 O GOLEIRO DO VASCO É MLK NÃO RESPEITA A DOR DOS OUTROS”, postou o lateral Léo

A tragédia do Ninho do Urubu aconteceu em fevereiro, quando 10 garotos das categorias de base do Flamengo morreram por conta de um incêndio nos alojamentos.

 

Carregando...
Botão Voltar ao topo
Fechar