Governadora no México e marido morrem em queda de helicóptero

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A governadora do estado mexicano de Puebla, Martha Erika Alonso, e seu marido, o senador Rafael Moreno Valle, morreram em um acidente de helicóptero na segunda-feira (24/12), véspera de Natal. Uma “aparente falha ainda não especificada” foi a causa da queda, segundo o secretário de Segurança Pública e Proteção Cidadã do México, Alfonso Durazo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O presidente do país, Andrés Manuel López Obrador, deu instruções para iniciar imediatamente as investigações e prestar apoio necessário tanto ao governo estadual quanto aos parentes, disse Durazo em uma coletiva.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Além da governadora e de seu esposo, estavam no helicóptero o capitão Roberto Pope e o primeiro oficial Marco Antonio Pavera. Especula-se que havia um quinto passageiro.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A queda aconteceu no povoado de Santa María de Coronango, a alguns quilômetros ao norte do Aeroporto Internacional de Puebla. O acidente aconteceu 10 minutos depois da decolagem, no heliporto El Triángulo de las Almas. A aeronave tinha como destino a Cidade do México. O helicóptero pertence à empresa Serviços Aéreos do Planalto e contava com permissão vigente.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Casal de políticos
Martha Erika Alonso foi a primeira mulher a governar Puebla. Ela havia assumido o cargo há 10 dias, após uma eleição conturbada. Era membro da sigla de centro-direita Partido Ação Nacional (PAN), foi acusada pela legenda do atual presidente, o Movimento da Regeneração Nacional (Morena), de fraude nas eleições.

Já Rafael Moreno Valle foi governador de Puebla entre os anos de 2011 e 2017 e era cotado para ser candidato à Presidência do México.

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Send this to a friend