fbpx

GRAVE ACIDENTE DO ÔNIBUS 397 CAMPO GRANDE X CANDELÁRIA!! (ATUALIZANDO)

Atulizando.
ÔNIBUS 397 CAMPO GRANDE X CANDELÁRIA CARRO D53523 BATE EM POSTE NA AV BRASIL E DEIXA 18 FERIDOS. QUATRO EM ESTADO GRAVE

Dezoito pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo um ônibus, na Avenida Brasil, na altura de Guadalupe, na noite desta segunda-feira (07). Dos feridos, quatro ficaram em estado grave. O acidente aconteceu por volta das 22h, quando um veículo da transportes Campo Grande que faz a linha 397 (Campo Grande x Candelária)carro D53523 e trafegava pela pista lateral sentido Zona Oeste, próximo ao Shopping Jardim Guadalupe, bateu com força em um poste, que chegou a ser arrancado.

O Corpo de Bombeiros informou que agentes de cinco quartéis (Ricardo de Albuquerque, Ramos, Penha, Parada de Lucas e Guadalupe) participaram do socorro das vítimas. Os feridos foram divididos entre o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, e o Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo.

Os feridos em estado grave são Joice G. de Souza, 35 anos, Sergio D. Junior, 55, Wagner P. dos Reis Miranda, 30, e Sérgio G. de Castro, 45. Os dois primeiros seguiram para o Getúlio Vargas e os dois últimos foram encaminhados ao Albert Schweitzer. Ainda não há informações sobre o atual estado de saúde deles.

Por causa do acidente, o trânsito na região teve que ser desviado para a pista central da via expressa. A pista lateral ficou fechada por cerca de quatro horas. Além do Corpo de Bombeiros, policiais civis e militares e agentes da Light e Comlurb foram acionados e estiveram no local.
O consórcio Santa Cruz, responsável pela linha, disse lamentar o acidente, informando que acompanha o caso de perto, dando suporte aos passageiros e colaborando com as investigações, além de ter aberto um processo interno para apurar as causas do incidente.

“Em relação à carga horária diária dos motoristas, o consórcio informa que é de 7 horas com intervalo de 1 hora. Importante ressaltar que o motorista estava dentro da sua jornada de trabalho e que todos os rodoviários recebem treinamento com noções de primeiros socorros e o protocolo é sempre recorrer ao hospital público em caso de problemas de saúde de qualquer passageiro”, o consórcio acrescentou.

Carregando...
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar