fbpx

Ladrões chamam uber, assaltam casa e fogem com motorista

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Um motorista de transporte por aplicativo de 25 anos foi detido nesse sábado (5) suspeito de ter dado cobertura para o assalto a duas residências na região do Coxipó, em Cuiabá.

Os crimes aconteceram nos dias 4 e 5 de janeiro, mas o rapaz alega que apenas atendeu uma corrida de clientes. A versão do motorista foi dada aos policiais depois que ele foi abordado perto do Shopping 3 Américas, onde estava com o pai.

Conforme a polícia, o primeiro roubo aconteceu no bairro Jardim Califórnia, na sexta-feira (4), por volta das 10h, e a moradora da casa registrou em boletim de ocorrências que viu um veículo Hyundai HB 20, de cor vermelha, dando suporte ao crime. Na ocasião, vários pertences foram levados, incluindo o carro da família.

Já nesse sábado, uma casa no bairro Coophema também foi vítima dos mesmos bandidos. Pouco depois do crime, o motorista do aplicativo chegou a ser abordado por policiais, mas foi liberado porque não constava nada contra o veículo, nem contra o motorista.

No entanto, quando uma das vítimas conseguiu as imagens da câmera de segurança de uma das casas, a polícia foi novamente atrás do veículo e encontrou o motorista perto do shopping.

Aos militares, o rapaz contou que, na sexta-feira, recebeu uma mensagem no WhatsApp, pedindo que fosse buscar um cliente no bairro Pedra 90. Ele disse que deixou o passageiro em uma praça no bairro Jardim Shangri-lá, no Coxipó, por volta das 10 horas, e saiu para novas corridas.

Veja mais

Já nesse sábado, o mesmo cliente tornou a pedir a corrida particular. Dessa vez, quando ele chegou ao Pedra 90, o homem estava com outras duas pessoas.

“Pediram para esperar”

De acordo com o motorista, o carro parou em frente a uma casa que estava com o portão aberto, no bairro Coophema, e dois dos passageiros entraram. Um permaneceu no veículo e pediu para ele esperar. Poucos minutos depois, eles voltaram carregando pertences, como televisão e aparelhos eletrônicos. Por fim, ele os deixou de volta em suas casas, no Pedra 90.

Já as duas moradoras que tiveram as casas roubadas afirmam que um dos ladrões portava uma arma de fogo e teria feito ameaças.

A polícia chegou a ir até o bairro Pedra 90, na região onde o motorista alegou ter deixado o grupo, mas nada foi encontrado. Ele, então, foi conduzido para a delegacia.

Comentários
Carregando...