Brasil e MundoNoticias

Mulher morre após ter 60% do corpo queimado; namorado é suspeito

 

Uma jovem, de 19 anos, morreu na quinta-feira (27) após ter 60% do corpo queimado em Bragança Paulista, no interior de São Paulo. Luana Aparecida de Oliveira estava internada no Hospital Universitário São Francisco de Assis (HUSF) desde quarta-feira (26), quando foi incendiada. As informações são do Jornal + Bragança.

De acordo com a polícia, o crime aconteceu por volta das 2h30. Testemunhas ouviram os gritos da vítima e acionaram o socorro. Luana foi encontrada em chamas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ela foi socorrida e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

O namorado da vítima é suspeito no caso, mas até agora ninguém foi preso. Segundo a polícia, um morador da residência afirmou que Luana se mudou para o local a cerca de 15 dias.

Ela estava vivendo com um homem que morava em um cômodo nos fundos do terreno, no subsolo. As brigas entre o casal eram constantes. O caso foi registrado como feminicídio.

Botão Voltar ao topo
Fechar