The news is by your side.

Polícia investiga assassinato de autor de livro sobre Marielle Franco

206

 

O escritor e capoeirista Leuvis Manuel Olivero, de 38 anos, foi assassinado no último dia 10 de outubro, enquanto caminhava na Barra da Tijuca, no Rio. Ele é autor de vários livros, entre eles, um sobre a vida da vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018. A Polícia Civil ainda não sabe a motivação do caso.

De acordo com testemunhas, os tiros que balearam o escritor partiram de um carro em movimento. Os disparos atingiram sua cabeça e abdômen. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas Leuvis morreu antes da chegada do socorro. No último domingo (17), amigos da vítima fizeram um protesto na rua em que ele foi assassinado e cobraram investigações rápidas e transparentes.

Nascido na República Dominicana, Leuvis era cidadão dos Estados Unidos e morava no Brasil há quase dez anos. Em seu livro sobre Marielle Franco, o autor aponta a relação das milícias cariocas com o assassinato da parlamentar e do motorista dela, Anderson Gomes. Segundo a rádio Band News, outra das suas 11 publicações critica o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Leuvis deixa um filho e a namorada, com quem morava. O sepultamento será nos EUA.

Você pode gostar também