Policia militar prende 3 bandidos e quase cancela o cpf de um em Campo Grande

Por volta das 14 horas dessa sexta feira ( 28) policiais do 40° Batalhão de Polícia Militar de Campo Grande,  na zona oeste do Rio de Janeiro   foram acionados para uma ocorrência.

Foram avisados via rádio,  que bandidos haviam roubado uma carga de cigarros

Quatro  meliantes roubaram  um carro Fiat/Fiorino da  empresa de cigarros da Souza Cruz, os bandidos aboraram os funcionários em um corsa de cor preta  sem  placa, na Rua Neópolis Nº715 – Campo Grande, próximo  a estrada do pré.

Os militares realizaram o cerco aos veiculos  e  não  obedeceram a  a ordem de parada e seguiram em alta velocidade sentido Bangu.

No caminho os bandidos efetuaram vários disparos em direção a viatura da Polícia  Militar , que revidou a injusta agressão.

A perseguição só terminou em frente  a comunidade do cavalo de aço,  ns avenida Santa Cruz , quando os meliantes resolveram parar.

Os policiais ao chegaram ao local,  constataram que um dos bandidos foi baleado durante s troca de tiros e o mesmo levado para o hospital Rocha Faria em Campo Grande.

Os 03 indivíduos foram conduzidos presos à 35ªDP em Campo Grande , juntamente com o automóvel  e a carga de cigarro recuperada. Segundo informações de transeuntes, os indivíduos, após a troca de tiros  com os policiais , jogaram a arma fora, sendo realizado buscas pelo local a fim de localizá-la, mas sem êxito.

A Supervisão de Oficial, logrou em recuperar, na Rua Neópolis esquina com rua Alto Parnaíba, a motocicleta Honda 150, de cor preta, placa KOS-3334, que teria participado do roubo da carga. Ocorrência  apresentada na 35ªDP.

Resumindo

*OCORRÊNCIA:* ROUBO DE CARGO / CONFRONTO ARMADO / 03 INDIVÍDUOS PRESOS E 01 BALEADO / CARGA DE CIGARRO RECUPERADA / 02 VEÍCULO APREENDIDO

Parabéns aos policiais pelo trabalho que apesar dos poucos recursos,  faz um trabalho belíssimo  na região

Parabéns aos policiais militares do 40° batalhão de campo grande,  tem o nosso  apoio e da população

 

 

Carregando...
Botão Voltar ao topo
Fechar