POLÍCIA CIVIL DESENCADEIA OPERAÇÃO (FIM DA LINHA) E PRENDE 7 CRIMINOSOS ACUSADOS DE TORTURA, SEQUESTRO, HOMICÍDIO, ROUBO E TRÁFICO EM COMUNIDADE NO RJ

Acg

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

.

SEPOL– DGPB – 64 DP – SÃO JOÃO DE MERITI

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

POLÍCIA CIVIL DESENCADEIA OPERAÇÃO (FIM DA LINHA) E PRENDE 7 CRIMINOSOS ACUSADOS DE TORTURA, SEQUESTRO, HOMICÍDIO, ROUBO E TRÁFICO DE DROGAS DA COMUNIDADE DA LINHA EM SÃO JOÃO DE MERITI.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

OPERAÇÃO “FIM DA LINHA”
Sábado (05/10/2019)

Após uma investigação que durou 6 meses e contou com mapeamento realizado por Drone, além de diversas diligências nas comunidades da LINHA, CARRAPATO e JAQUEIRA em São João de Meriti, Policiais Civis da 64 DP, realizaram a primeira fase da operação “FIM DA LINHA” com o objetivo de cumprir 8 mandados de prisão contra integrantes de uma organização criminosa que comanda o tráfico de drogas e extorsões nesta região.
As investigações desvendaram que os traficantes PAULO CESAR NASCIMENTO DOS SANTOS vulgo “FEDORÊ” chefe do tráfico na comunidade do Carrapato e JOÃO LUCAS SOUZA SILVA vulgo “NEGUINHO DO COBRA” chefe do tráfico da comunidade do Cobra, associaram-se para sequestrar, torturar e matar diversas pessoas no município de São João de Meriti, dentre elas alguns comerciantes que não concordavam com taxas cobradas pela quadrilha.
Uma das vítimas foi sequestrada no dia 04 de abril e levada para o interior da favela da Linha onde, após ser espancada por um grupo de 6 traficantes, foi asfixiada até desmaiar, mas conseguiu fugir após recuperar a consciência, momento em que os traficantes, acreditando que a mesma encontrava-se morta, debatiam onde iriam “desovar” o corpo.
Após o levantamento dos locais pelo setor de operações e inteligência, na data de hoje, 05/10/2019, foi desencadeada a primeira fase da operação que resultou no total de 7 pessoas presas, sendo uma delas (AUGUSTO DA SILVA GUERREIRO) capturada durante a fase de investigação no dia 27/08/2019. LUCAS NICÁCIO DE BARROS, MATHEUS NICÁCIO DE BARROS e JÚLIO CÉSAR MENEZ ALVES estão diretamente ligados ao sequestro e tortura mencionados. O adolescente J.L.B.A e os maiores IVO DE LIRA PONTES BARRETO e IGOR ROCHA REIS foram presos por associação ao tráfico de drogas e roubos na região.
os traficantes PAULO CESAR NASCIMENTO DOS SANTOS vulgo “FEDORÊ” e JOÃO LUCAS SOUZA SILVA vulgo “NEGUINHO DO COBRA” são considerados foragidos pela POLÍCIA, eles são investigados por serem os autores e executores de diversos homicídios recentemente praticados no Município.
Dentre os crimes investigados estão os homicídios do comerciante RAMIRO FRANCISCO DO NASCIMENTO dono do Bar Miru´s morto em 29 de Setembro na rua da Matriz e DIEGO MANSO E JOSÉ DE CAMPOS JR assassinados em 10/09/2019 também neste Município. Após o crime os criminosos ainda divulgaram vídeo zombando do crime.
Informações de inteligência apontam que essas favelas são estratégicas para a facção, pois geram lucros diretamente para o núcleo da organização criminosa. Em 2015, através da Operação Overload, da Polícia Civil, já apontara a conexão entre a comunidade do carrapato e Linha e os líderes do Comando Vermelho, respectivamente os traficantes CRIAM e MARRETA. Na ocasião, foi comprovado que o então líder do tráfico local Eliezer Miranda Joaquim, o “Criam”, ditava as ordens de dentro do presídio de Bangu III e repassava os lucros das vendas de drogas para a família do traficante Elias Maluco, preso em 2002, por ter ordenado a morte do jornalista Tim Lopes.
A 64ª DELEGACIA DE POLÍCIA vem intensificando o trabalho de cumprimento de mandados de prisão em crimes cometidos por organizações criminosas e outros que envolvam violência e grave ameaça contra a pessoa, buscando assim uma diminuição dos índices criminais destas modalidades.
Os detidos serão encaminhados ao Sistema Penitenciário, onde ficarão à disposição da Justiça. As investigações em face dos demais integrantes da organização criminosa continuarão. Qualquer informação é de grande importância, e a 64ª Delegacia de Polícia disponibiliza o número do seu Disque Denúncia no (2655-5213) ou através da página do https://www.facebook.com/64delegacia/, lembrando que todas as informações são SIGILOSAS.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Comentários
Carregando...