Polícia investiga desaparecimento de cabeleireira no RJ

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

estemunhas disseram que Michele Fernandes de Oliveira, de 35 anos, estava em um salão do Reino das Testemunhas de Jeová quando recebeu uma mensagem e pediu para uma amiga olhar as duas filhas, dizendo que retornaria, mas não voltou.
A Delegacia de Homicídios de Niterói está investigando o desaparecimento da cabeleireira Michele Fernandes de Oliveira, de 35 anos, em Maricá, na Região Metropolitana do Rio.

Amigos contam que ela estava em uma reunião no salão do Reino das Testemunhas de Jeová, no Centro da cidade, quando recebeu uma mensagem no celular. Ela, então, pediu para uma colega olhar as duas filhas e saiu dizendo que retornaria em breve, mas não voltou, desde o dia 17 de janeiro.

O caso foi registrado no dia seguinte na 82ª Delegacia de Polícia (DP), em Maricá, e depois foi encaminhado à Delegacia de Homicídios de Niterói, responsável por casos de desaparecimento.

De acordo com a polícia, as investigações estão em andamento. A investigação está ouvindo familiares e buscando imagens em câmeras de segurança para identificar o paradeiro da cabeleireira. Também estão realizando diligências para esclarecer o caso.

Campanha na internet

Amigo de Michele, Paulo Celestino afirma que o desaparecimento da cabeleireira é um mistério para todos. “Estamos muito preocupados”, disse. Na internet, foi lançada a campanha #ondeestáMichele para ajudar nas buscas por informações.

De acordo com Paulo, Michele já tinha morado em Maricá, mas, atualmente, estava vivendo em Vista Alegre, na Zona Norte do Rio, com o marido e as filhas. Porém, segundo Paulo, ela pretendia voltar para Maricá e, na semana do desaparecimento, estava hospedada na casa de amigos na cidade.

Ele disse ainda que no dia 18 de janeiro fez contato com o marido da Michele, que foi buscar as filhas. Já os pais de Michele, que moram em São Paulo, também estiveram em Maricá naquela semana buscando informações sobre a filha, mas já retornaram para casa, segundo informou Paulo. Quem souber do paradeiro da cabeleireira deve entrar em contato com a Delegacia de Homicídios de Niterói.

Veja mais

DESAPARECIDA!! AJUDEM!!

Fonte: G1

Comentários
Carregando...
JÁ CURTIU A NOSSA PAGINA?

Send this to a friend