fbpx

Servidores do Rio: Sem cadastro, sem salário

 

Os servidores do estado que não fizeram recadastramento — mais de 17 mil, incluindo ai aposentados e pensionistas – terão seus salários de abril pagos em maio. O corte se dará porque os funcionários não efetuaram o recenseamento obrigatório, e suspensão é provisória, até que estes regularizem sua situação.

Se não for feito o recadastramento, serão excluídos definitivamente da folha de pagamento do Estado do Rio. Para atualizar o cadastro o servidor deve ir ao qualquer agência do Banco Bradesco. Segundo o governo do estado, a medida visa combater fraudes e pagamentos indevidos.

Entre as 17.334 pessoas que sofrerão a suspensão do salário, 8.434 são nascidas em janeiro e 8.900 fazem aniversário em fevereiro. O prazo de recenseamento sempre é aberto no mês de aniversário do funcionário da ativa, aposentado ou pensionista.

O prazo de recadastramento foi prorrogado até 12 de abril o servidores que teriam que efetuado durante janeiro e fevereiro. Porém uma quantidade grande de pessoas não compareceu ao banco para fazer o recadastramento.

Já em relação aos vencimentos de março, que foram quitados no último dia 12, houve suspensão de 10.646 salários de funcionários em atividade, inativos e pensionistas: 4.745 nascidos em novembro e 5.901 aniversariantes de dezembro. Todos esses vínculos de pessoas também tiveram o prazo de recenseamento ampliado, mas não foram à agência bancária.

De acordo com José Luiz Zamith secretário da Casa Civil e Governança, a iniciativa tem impacto “moral”. Ele afirma que dos mais de 10 mil que tiveram o salário de março suspenso, até o momento apenas só dois aposentados que se reapresentaram.

“Esses dois aposentados foram ao banco e, nestes casos, houve um erro na atualização cadastral”, afirmou o secretário, acrescentando que muitos vínculos podem “nunca ter existido”.

“Só dos nascidos em novembro e dezembro há mais de 10 mil pessoas no limbo. Vamos ver quantas dessas pessoas vão se reapresentar no fim do mês”, finaliza Zamith.

Carregando...
Botão Voltar ao topo
Fechar