fbpx

Casal é achado morto em quarto de resort…Ele não queria a separação

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Polícia Civil investiga a morte de um casal encontrado no quarto de um resort em Olímpia (SP) na tarde desse domingo (6/1). Edson Fernandes Lopes, de 24 anos, e a mulher dele, Rubia Alves de Oliveira, de 22 anos, foram achados na cama tendo ao lado um botijão de gás. São informações do Estadão.

Segundo uma testemunha, um amigo do casal, que o encontrou no quarto do terceiro andar, o rapaz estava com a mangueira de gás na boca. Uma das hipóteses da polícia é de que ele tenha matado a mulher, que estaria tentando se separar, e, depois, cometido o suicídio. Outra é de que ambos teriam inalado o gás por vontade própria.

O casal era de Guarulhos (SP) e estava hospedado a trabalho, prestando serviço em uma área de patinação no local. O gás que estava no quarto era de utilização na pista e os corpos passaram por exames no Instituto Médico Legal (IML) de Barretos (SP) para constatar as causas das mortes.

Boletim de ocorrência
De acordo com o boletim de ocorrência, o casal chegou de madrugada discutindo no resort. Pela manhã, a mulher teria levantado chorando, mas teria conversado com o marido e voltado a dormir. À tarde, o casal foi encontrado morto no quarto por um colega de trabalho.

“Rubia estava deitada como se estivesse dormindo, coberta por um cobertor, e o amigo Edson estava sentado na cama com a mangueira de gás aberta em sua boca”, narrou a testemunha aos policiais.

Em nota, o Olímpia Park Resort, local do fato, informou que as vítimas trabalhavam para uma empresa terceirizada que nesta temporada presta serviço no local. Diz ainda que está “oferecendo todo apoio para esta empresa e para os familiares e acompanhando a apuração do ocorrido”.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.