ÓTIMA REFLEXÃO SOBRE PENSÃO ALIMENTÍCIA

.

“PENSÃO ALIMENTÍCIA…
Ótima reflexão.

PAI PAGA MUITO…
30% DO SALÁRIO MÍNINO (quando se tem 1 filho)…

Conta um advogado…

Hoje uma cliente decidiu entregar a guarda do filho para o Pai criar!
Transcrevo aqui seus argumentos, que me convenceram a patrocinar sua causa.

” – Doutor, decidi que tenho muito o que fazer, quero voltar a estudar, malhar, sair mais com as amigas, viajar, curtir meu namorado novo e meu filho ira me prender um pouco.
Mas isso não quer dizer que eu va abandoná-lo.
Sempre que der irei vê-lo, de vez em quando vou buscá-lo, mas só nos fins de semana e horário certo que eu não tiver nenhum compromisso, e se não der, qualquer coisa eu aviso o Pai que estou “sem tempo”, ligo pra ele e falo que “a mamãe tá trabalhando muito, por isso não pode ir”.
Eu não deixarei de ser uma boa mãe, pois sempre estarei postando fotos com ele nas redes sociais pra mostrar a todos o quanto a amo.
E vou fazer de tudo pra não esquecer de mandar uma mensagem ou até mesmo ligar durante a semana dizendo que sinto saudades, vou mandar uma mensagem de parabéns no dia do aniversário dele, isso se a correria do dia-a-dia permitir.
Quando puder e se sobrar, darei algum dinheiro por mês ( pq as coisas estão difíceis pra mim e o Pai dele tem que compreender isso).
Bom e isso será suficiente para comprar o que ele precisa com relação a alimentação, roupas, calçados, material escolar, merenda, passeios, essas coisas que crianças gostam e precisam…
O resto, o Pai que se vire tbm, porque eu não sou obrigada a ficar dando dinheiro pro Pai dele né, vai saber se ele vai gastar com meu filho mesmo, ou com cerveja, balada, ou quem sabe com a atual namorada.”

Te pareceu chocante?
Absurdo?
Uma atitude horrível?
Agora inverta os papéis:
Essa é uma história comum e real, mas só choca quando a mulher é a protagonista!

#Ótima_reflexão
Principalmente para os “pais” que dizem que estão mal de vida, mas passam de cervejada, viagens de avião, presentes p namorada e por aí vai…”

Carregando...
Botão Voltar ao topo
Fechar