PRÉDIO NA ZONA OESTE É MULTADO POR DESCRIMINAÇÃO

Administrador do condomínio afirmou que as pessoas causariam “mau cheiro” no elevador

A administração do condomínio pagará multa de R$ 15 mil a Sidney Marinho por ter sido discriminado. (Foto: Reprodução)

A administração do edifício Le Monde, localizado na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, terá que pagar uma multa de R$ 15 mil a Sidney Marinho por ter sido discriminado ao entrar no condomínio para fazer um exame admissional.

A ordem foi dada pelo administrador do condomínio que alegou que, caso Sidney e mais 17 pessoas usassem o elevador social, causariam “poluição visual” e ” mau cheiro”.

Na tese de defesa, o administrador alegou que o local também não tem espaço para fazer exames de 18 pessoas.

O desembargador desconsiderou o argumento

Carregando...
Botão Voltar ao topo
Fechar