The news is by your side.

𝘿π™ͺ𝙖𝙨 𝙒π™ͺπ™‘π™π™šπ™§π™šπ™¨ sΓ£o π™™π™šπ™©π™žπ™™π™–π™¨ no RJ 𝙨π™ͺ𝙨π™₯π™šπ™žπ™©π™–π™¨ π™™π™š π™šπ™¨π™₯π™žπ™€π™£π™–π™§π™šπ™’ π™—π™–π™©π™–π™‘π™π™€π™šπ™¨ 𝙙𝙖 π™‹π™ˆ π™₯𝙖𝙧𝙖 π™©π™§π™–π™›π™žπ™˜π™–π™£π™©π™šπ™¨

253

𝘿π™ͺ𝙖𝙨 𝙒π™ͺπ™‘π™π™šπ™§π™šπ™¨ 𝙨𝙖̃𝙀 π™™π™šπ™©π™žπ™™π™–π™¨ 𝙨π™ͺ𝙨π™₯π™šπ™žπ™©π™–π™¨ π™™π™š π™šπ™¨π™₯π™žπ™€π™£π™–π™§π™šπ™’ π™—π™–π™©π™–π™‘π™π™€Μƒπ™šπ™¨ 𝙙𝙖 π™‹π™ˆ π™₯𝙖𝙧𝙖 π™©π™§π™–π™›π™žπ™˜π™–π™£π™©π™šπ™¨

Duas mulheres foram detidas nesta terça-feira (21) sob a suspeita de espionar os batalháes de Operaçáes Especiais (Bope) e de Choque da Polícia Militar por meio de um esquema envolvendo cÒmeras de segurança e aparelhos celulares. A informação foi divulgada pelo RJ2, da Rede Globo. De acordo com a corporação, elas estariam repassando informaçáes sobre a saída de policiais dos quartéis para operaçáes no Rio. Uma delas morava bem perto da unidade do Bope, em Laranjeiras, na Zona Sul da cidade, e seria mulher de um PM que estÑ preso. No mesmo bairro, um homem também foi detido pela polícia.

Segundo a polícia, a dupla monitorava a movimentação das tropas em tempo real. Elas foram detidas num veículo branco que acompanhava viaturas do Bope quando teve início o deslocamento da equipe do quartel da unidade com destino à comunidade de Manguinhos para uma ação de apoio a policiais da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP). Com as mulheres, os policiais militares apreenderam seis telefones celulares, com registros de comunicação com diferentes facçáes criminosas ligadas ao trÑfico de drogas e a milícias.

De acordo com porta-voz da PM, tenente-coronel Ivan Blaz, ficou configurada associação e serviço prestado pelas mulheres ao crime.

β€” JΓ‘ lidamos com a possibilidade real de que a saΓ­da do BatalhΓ£o de Choque, a saΓ­da do BatalhΓ£o de Operaçáes Policiais Especiais, e tambΓ©m quando uma aeronave do Grupamento AeromΓ³vel (GAM) levanta voo, seja em NiterΓ³i, seja na Lagoa, estΓ£o sendo monitoradas e que as quadrilhas jΓ‘ possam estar se comunicando. A PolΓ­cia Civil e a PolΓ­cia Militar estΓ£o conduzindo essas investigaçáes para que possamos chegar aos marginais β€” disse Blaz.

De acordo com a polΓ­cia, estavam dentro do veΓ­culo interceptado Carolina Teixeira da Silva, mulher de um PM que estΓ‘ preso, e Keley Cristina Domingos dos Santos. As duas estavam com seis celulares. Um dos aparelhos transmitia on-line a movimentação da equipe policial. A pessoa que acompanhava o trajeto feito pelas viaturas do outro lado da linha ainda nΓ£o foi identificada. Foram descobertas trocas de mensagens no telefone de pelo menos uma das acusadas. Segundo Blaz, “nΓ£o hΓ‘ nada que ligue o fato” da prisΓ£o do PM com o esquema.

Esse monitoramento, de acordo com a suspeita da polΓ­cia, vinha sendo feito hΓ‘ algum tempo. Horas depois, um homem foi detido nas imediaçáes do apartamento alugado pelas duas mulheres nas proximidades do quartel do Bope. A ocorrΓͺncia foi registrada na 21Βͺ DP (Bonsucesso).

Carolina observava de um ponto privilegiado a saΓ­da das equipes do Bope. O apartamento dela ficava no 12ΒΊ andar. Com as imagens gravadas, ela seguia o comboio. Da mesma forma, a cΓ’mera de seguranΓ§a instalada em um hostel nas proximidades do BatalhΓ£o de Choques tambΓ©m ficava com a lente voltada para o portΓ£o da unidade. Uma testemunha que trabalha nas nas imediaçáes reconheceu uma das mulheres presas na ação como alguΓ©m que mantinha um negΓ³cio de fachada no local aonde ia para ter acesso aos dados coletados pela cΓ’mera. O equipamento foi apreendido e encaminhado para a 21Βͺ DP.

Segundo mostrou o RJ2, uma troca de mensagens entre Carolina e uma pessoa ainda nΓ£o identificada mostra, segundo a polΓ­cia, que cada ponto do trajeto era repassado com detalhes. β€œ4 viaturas pegando a Av. Brasil. Sem o grandΓ£o. Estamos na Linha Vermelha”, diz uma das mensagens. GrandΓ£o seria uma referΓͺncia ao veΓ­culo blindado do Bope. O trabalho da polΓ­cia Γ© saber que quadrilha recebia essas informaçáes e de que forma esse monitoramento foi montado por elas.

Fonte: G1

VocΓͺ pode gostar tambΓ©m