The news is by your side.

Justiça decide que chamar alguém de ‘careca’ pode ser considerado assédio sexual; saiba mais

584

Justiça britânica decide que chamar alguém de ‘careca’ pode ser considerado assédio sexual; saiba mais

Nesta última quinta-feira ocorreu fato nunca antes visto nos tribunais britânicos, o eletricista por nome de Tony Finn teve sua súplica ouvida a partir da decisão da Justiça do Reino Unido que condenara o seu supervisor por chamá-lo de “otário careca” durante uma discussão em 2019.

A partir deste precedente, tal “xingamento” pode ser considerado assédio sexual. O tribunal alegou que o supervisor tentou atingir a dignidade de seu subordinado, a fim de tornar seu ambiente de trabalho em um ambiente hostil e humilhante. Também alegou que, pelo fato de que os homens são mais propensos à queda de cabelo, usar o termo para descrever uma pessoa pode ser uma forma de discriminação, inclusive dizendo ser equivalente ao ato de observar o tamanho dos seios de uma mulher.

Após a empresa em que trabalhava tomar conhecimento de que Tony havia feito uma denúncia através de seu filho policial contra seu supervisor, ela o demitiu de pronto, ignorando os 24 anos em que havia trabalhado no lugar. Fato que culminou na busca por reparação dos danos morais causados tanto pela empresa quanto pelo supervisor.

Um fato curioso é que todos os juízes eram calvos, levando a pensar que tal característica física possa ter influenciado nas suas decisões.

 

 

Você pode gostar também