MORRE MÃE QUE FOI ATROPELADA COM FILHOS NO RJ

MORRE MÃE QUE FOI ATROPELADA COM FILHOS NO ITANHANGÁ

Morreu na madrugada deste domingo Maria Janaína dos Santos Lopes, mãe de Maria Luiza dos Santos, de 1 ano, que também morreu na última quarta-feira. Elas foram atropeladas há uma semana quando atravessavam a Estrada da Barra da Tijuca, no Itanhangá.

O motorista que atropelou a família, Danilo Marques Santos, de 28 anos, não prestou socorro e estava alcoolizado, segundo o carona, Luiz Henrique Ferreira dos Santos, relatou no registro de ocorrência. A testemunha contou que eles estavam na altura do posto 3 da praia da Barra, próximo ao quebra mar e que beberam cerveja na areia.

Na volta para casa, segundo Ferreira, havia um carro alto na frente do veículo em que estavam, o que impediam a visão por completo de Danilo Marques. Quando foram passar pelo sinal, que segundo a testemunha, estava aberto, Maria Janaína estava atravessando com seus filhos e não teria tido tempo hábil para seu amigo tentar desviar dos pedestres. Luiz Ferreira ainda afirmou que motorista não prestou socorro porque estava nervoso.

Após ser perseguido e parado por motociclistas, Danilo foi preso e indiciado na 16ª DP (Barra da Tijuca) por lesão corporal culposa qualificada e homicídio culposo (quando não há intenção de matar), segundo a Polícia Civil. Ele está preso preventivamente e já teve um Habeas Corpus negado pelo Tribunal de Justiça. Na audiência de custódia a defesa alegou que o laudo para embriaguez deu negativo.

“As circunstâncias da prisão revelam a gravidade da conduta, uma vez que o custodiado estava conduzindo automóvel, após ter, em tese, ter consumido bebida alcoólica, tendo causado o acidente acima descrito, tendo como vítima fatal uma criança de apenas um ano de idade, além te ter causado lesão corporal grave em outra duas vítimas, dentre elas uma outra criança de apenas 7 anos de idade, estando as duas em estado grave e correndo perigo de vida. Toda a dinâmica delitiva demonstra a reprovabilidade da conduta, a periculosidade do custodiado e o iminente risco à ordem”, afirmou a juíza Amanda Azevedo Ribeiro.

Maria Luiza morreu no Hospital municipal Lourenço Jorge, para onde foi socorrida. O enterro dela foi nesta-quarta feira, ao meio-dia, no Cemitério do Caju, na Zona Portuária. A mãe da bebê, Maria Janaína dos Santos Lopes, de 32 anos, estava internada em estado grave no Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, na Zona Norte, com traumatismo craniano

Carregando...
Botão Voltar ao topo
Fechar